ESTUDO DAS PROPRIEDADES DO CONCRETO CONVENCIONAL E AGREGADOS ORIUNDOS DE ENTULHOS DE OBRA

  • Maicon Schneider
  • Poliana Bellei

Resumo

Esse trabalho possuiu como objetivo geral analisar as propriedades do concreto convencional e com a utilização de agregados oriundos de entulhos de obra. Com isso, possuiu como classificação metodológica o método indutivo, seu nível de pesquisa como explicativo, o delineamento enquadrou-se como experimental, o instrumento e coleta de dados foi os testes, a população da pesquisa são todas as possíveis amostras de materiais que podem substituir os agregados naturais no concreto e a amostras delimita-se aos resíduos de construção e demolição, a técnica de análise e interpretação dos dados classificou-se como quantitativa. A geração de resíduos na construção, demolição e sua destinação reintroduzindo tais materiais novamente na cadeia construtiva, são alternativas de minimizar o impacto ambiental gerado pelo setor da construção civil. Os agregados provenientes de entulho de concreto utilizados nesse estudo, foram agregados graúdos na substituição da pedra britada 1, e agregado miúdo na substituição da areia. Na produção dos concretos utilizou-se os teores de substituição de cada agregado, 50 % e 100 % em relação aos agregados convencionais, bem como produzido um traço referência sem modificação dos materiais. O teor de substituição de agregados reciclados, resultou em um comportamento distinto, em função da idade de rompimento das amostras ensaiadas, sendo que, nas primeiras idades demonstrou maior resistência, e tendo a mesma diminuída no último ensaio. Os resultados obtidos nesse trabalho possibilitam concluir a utilização do entulho como agregado, para produção de concreto, sem finalidade estrutural.

Publicado
2019-12-17
Como Citar
SCHNEIDER, Maicon; BELLEI, Poliana. ESTUDO DAS PROPRIEDADES DO CONCRETO CONVENCIONAL E AGREGADOS ORIUNDOS DE ENTULHOS DE OBRA. Revista Tecnológica / ISSN 2358-9221, [S.l.], v. 10, n. 2, p. 169 - 190, dec. 2019. ISSN 2358-9221. Disponível em: <https://uceff.edu.br/revista/index.php/revista/article/view/365>. Acesso em: 05 july 2020.
Seção
Engenharia e Arquitetura